Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Translate to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese




ONLINE
1




Partilhe este Site...

 http://www.almanaqueliterario.com/index.php


Sobre o patrono

 

 

             RUBEM ALVES 

 

Mineiro de Boa Esperança, afirmava que do tempo de pobreza só tinha memoria de felicidade e que com a literatura e a poesia começou a realizar seu sonho fracassado de ser músico: começou a fazer música com palavras.

“Dentro de mim mora um palhaço e um poeta: riso e beleza... Se eu não fosse escritor acho que seria um jardineiro. No paraíso DEUS não construiu altares e catedrais. Plantou um jardim. DEUS é um jardineiro”.

Uma professora me contou esta coisa deliciosa. Um inspetor visitava a escola. Numa sala ele viu, colados nas paredes, trabalhos dos alunos acerca de alguns dos meus livros infantis. Como que num desafio, ele perguntou à criançada: “E quem é Rubem Alves?” Um menininho respondeu: “O Rubem Alves é um homem que gosta de ipês-amarelos...” A resposta do menininho me deu grande felicidade. Ele sabia das coisas. As pessoas são o que elas amam. Mas o menininho não sabia que sou um homem de muitos amores... Amo os ipês, mas amo também caminhar sozinho.

“Sou grato pela minha vida. Não terei últimas palavras a dizer. As que tinha para dizer, disse durante a minha vida. Recebi muito. Fui muito amado. Tive muitos amigos. Plantei árvores, fiz jardins. Construí fontes, escrevi livros. Tive filhos, viajei, experimentei a beleza, lutei pelos meus sonhos. Que mais pode um homem desejar? Procurei fazer aquilo que meu coração pedia...”.